Nas comemorações do Dia do Idoso fica a promessa para a criação de uma universidade da terceira idade em Alferrarede.

 

“É uma alegria muito grande, muito profunda, muito humana, uma homenagem deste tipo”, afirma Eunice Muñoz, a convidada de honra do XIV Encontro da Terceira Idade que decorreu, no dia 14 de Outubro, na Quinta do Lago, em Alferrarede. A actriz, considerada como um exemplo a seguir por todos os idosos, foi homenageada na presença de 326 idosos e cerca de meia centena de convidados, entre os quais Nelson de Carvalho, presidente da Câmara Municipal de Abrantes e Isilda Jana, vereadora.

“Eunice Muñoz é um testemunho de que é possível, quase aos 80 anos, estar em plena forma física e a trabalhar”, declara Pedro Moreira, presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, que mantém há muitos anos uma relação de amizade com a actriz.

“O país inteiro conhece-me, já representei em toda a parte”. Actriz há cerca de setenta anos, Eunice Muñoz deu vida a diversas personagens tanto no teatro como na televisão. “A Banqueira do Povo”, “Todo o Tempo do Mundo” e “Mistura Fina”foram alguns dos projectos televisivos onde a actriz se destacou. Tendo-se estreado em palco com a peça “Vendaval”, presentemente, a actriz faz parte do elenco da peça “Miss Daisy”, na qual se mantém mais de duas horas em palco. “Para mim a carga é pesada”, mas “dá-me muito prazer fazer o papel”. Eunice Muñoz adianta ainda que há projectos para uma peça chamada “Dúvida”, no teatro Maria Matos, sob a direcção de Diogo Infante. “Dá-me satisfação entrar num projecto do Diogo Infante. Estou a gostar muito da direcção dele nessa sala de espectáculos. O reportório é muito bem escolhido”.

“Quero continuar a desempenhar a minha profissão até onde puder”. Satisfeita com o seu percurso de vida, a actriz conta com três casamentos, seis filhos, oito netos e três bisnetos, assim como recorda a sua passagem por várias religiões. Para a sua excelente forma afirma não ter segredos. “É a minha própria natureza. Cuido-me. Existe a preocupação de não me deixar engordar, a alimentação é o mais natural possível e ando meia hora por dia”.

Segundo Eunice Muñoz é importante que a terceira idade não se acomode. “Não nos devemos entregar à idade avançada. Ler muito, conviver e ter muitos jovens ao pé é fundamental porque a diferença de idades é muito grande e nós modernizamo-nos com eles”. Também para a juventude, a actriz deixa o seu conselho: “amem a vida e trabalhem para encontrar a vocação ideal”.

Pedro Moreira, falou das dificuldades para a realização deste encontro que não se realizou em 2004 e em 2005. “Tínhamos este compromisso com as pessoas e tudo fizemos para o concretizar”, declara o autarca que acrescenta que, pela primeira vez, os idosos pagaram um valor simbólico. “Para a terceira idade vamos continuar a apoiar o Centro de Dia e, por iniciativa da Câmara, trabalhar para criar um pólo da universidade da terceira idade em Alferrarede. Foi uma surpresa a anúncio do presidente da Câmara. Pensamos que com uma conjugação de esforços e de boa vontade não passará muito tempo para essa concretização”.

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 81%     Sim
 19%     Não
( 200 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design