Home »
09 OCT 2023
ABRANTES | Integração de migrantes recebe financiamento
Por Jornal Abarca

Foi aprovada a candidatura ao Projeto “Escolhas 9 Geração”, que tem como público-alvo os migrantes residentes no concelho, apresentada pela Câmara Municipal (entidade promotora) e pela Cruz Vermelha Portuguesa- Delegação Abrantes (entidade gestora), foi anunciado na reunião de Câmara de 3 de outubro.

O objectivo do programa passa por diminuir as barreiras culturais existentes entre a comunidade maioritária e a minoritária e promover a efetiva e consolidada integração social e o aumento do exercício de cidadania por parte dos participantes, promovendo a consciencialização dos seus deveres enquanto cidadãos. O objetivo deste prémio é distinguir as entidades públicas e/ou privadas, sediadas no concelho de Abrantes, que implementem boas práticas na integração de medidas na promoção da igualdade e conciliação das necessidades quotidianas dos/as seus/suas trabalhadores/as, com a atividade profissional, bem como a promoção do seu bem-estar físico e emocional.  

O programa “Escolhas”, é uma iniciativa do Governo de Portugal, que vai na 9ª geração, cabendo a promoção das candidaturas ao Alto Comissariado para as Migrações.

O projeto iniciará em breve, com uma equipa de recursos humanos especificamente associada.  Terminará a 31 de março de 2025, podendo vir a ser renovado por mais um ano e seis meses. Teve financiamento de 229.747,82 € assegurado por fundos europeus estruturais de investimento e pelo fundo social europeu mais.

No concelho de Abrantes, o nome atribuído à candidatura pela Cruz Vermelha foi de Yolo.com, significando a associação da multiculturalidade à vida, às oportunidades que todos merecem e ao respeito que cada indivíduo merece na comunidade em que esteja inserido.

Para a sua efetivação foi constituído um grupo de trabalho constituído pelas seguintes entidades: Câmara Municipal; Cruz Vermelha Portuguesa- Delegação de Abrantes, Agrupamento de Escolas Nº1, Agrupamento de Escolas Nº2, Escola Superior de Tecnologia de Abrantes e Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Abrantes. A Câmara é a representante máxima, cabendo-lho a função de supervisionar e coordenar.

Para o Presidente da Câmara, Manuel Jorge Valamatos, “estamos na presença de mais um bom exemplo da boa capacidade para trabalhar em parceria com as nossas instituições”.

Segundo a Veredora Raquel Olhicas, esta candidatura “tem como público-alvo os migrantes residentes no concelho, tendo em conta a afluência que estamos a sentir todos os dias”. Para além dos apoios municipais e das escolas, a autarca explicou que essas famílias “carecem de outros apoios devido à vulnerabilidade social a que muitos deles estão expostas, pelo que carecem de outras respostas”, tendo concluído que este projeto “vem contribuir para minimizar o sentimento de constrangimento que as pessoas manifestam quando chegam a uma comunidade que desconhecem”

O projeto intervirá diretamente junto de 60 crianças/jovens e 120 pessoas de forma indireta, cabendo à Cruz Vermelha trabalhar com estes cidadãos migrante, incidindo nos principais problemas diagnosticados no Plano de Desenvolvimento Social e Diagnóstico Social), nomeadamente: Desemprego Jovens NEET/Migrantes; Desigualdades Sociais e Segregação Cultural. Através do trabalho proposto pela equipa técnica do projeto pretende-se diminuir as barreiras culturais existentes entre a comunidade maioritária e a minoritária e promover a efetiva e consolidada integração social e o aumento do exercício de cidadania por parte dos participantes, promovendo a consciencialização dos seus deveres enquanto cidadãos. Através deste projeto é possível aumentar os níveis de valorização cultural, aumentando e potenciando os benefícios da multiculturalidade, promover a formação e emprego a qualificação, diminuindo a incidência, nesta comunidade, de fenómenos como a baixa escolaridade; fraca qualificação; fraca participação e envolvimento na comunidade maioritária.

(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 73%     Sim
 27%     Não
( 367 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design