Home »
27 MAR 2017
Mação - Jornadas Ibero-Americanas de Arqueologia e Património
Por Jornal Abarca
Sara Cura (à esquerda)
Sara Cura (à esquerda)

O Museu de Arte Pré-Histórica de Mação é o local das XII Jornadas Ibero-Americanas de Arqueologia e Patrimónioque reúne dezenas de arqueólogos, antropólogos e especialistas da América do Sul, Portugal, Itália e Espanha, entre outros países, para partilharem os seus estudos e as suas experiências científicas.

O dia 27, segunda-feira, será dedicado à temática “Colecções Arqueológicas sem contexto”, com comunicações de manhã e uma mesa redonda de tarde. A manhã de terça-feira, dia 28, é dedicada à Arte Rupestre. À tarde terão lugar conferências de Arqueologia e Património.

A organização está a cargo do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, Instituto Terra e Memória e Câmara Municipal de Mação, em parceria com entidades sul-americanas (UNESC, Espaço Arqueologia, Documento Arqueologia, UFSM e LEPAARQ) e espanholas (ACINEP).

Programa

Coordenação Geral de Sara Cura

Dia 27

9h00 - Recepção dos participantes

9h10 - Mesa de abertura

Painel "Estudos de peças sem contexto arqueológico: importância e casos de estudos" – coordenação de Davide Delfino, Henrique Mourão, Carlos Rodriguez

9h30 - “Ilusões, surpresas e valorização de uma colecção privada de arte antiga. O caso da Coleção Estrada”, por Davide Delfino (Ministero dei Beni e delle Attivitá Culturali e del Turismo- Polo Museale del Molise; Centro de Geociências/Grupo “Quaternário e Pré-História”- Instituto Terra e Memória)

9h45– “Economia da cultura" um dos mais rentáveis nichos da economia em escala global, caracterizando-se hoje como uma das "high politics" para os Estados, por José Adércio

10h00 - “Descaso e falta de eficácia na proteção ao patrimônio cultural”, por Pedro Mastruobono

10h15 - "O Mercado de Bens Arqueológicos - a prática da Cabral Moncada Leilões", por Miguel Moncada (IPT / FLUL / ISCTE)

10h30 - Eduardo Vera Cruz

10h45 - Debate

11h00 - Intervalo

11h15 - “Arqueologia, museus e contextos”, porLuís raposo (Presidente da Aliança Europeia do Conselho Internacional dos Museus - ICOM Europa)

11h30 - “Materialidad, epistemologías y multivocalidad: los nuevos contextos de colecciones históricas americanas”, por Manuela Fischer(Curadora de las colecciones de arqueología suramericana, Ethnologisches Museum, Berlin)

11h45 – “As antiguidades com procedência desconhecida: o problema dos ‘órfãos’”, por Henrique Mourão

12h00 - Debate

12h30 - Almoço

14h00 – “Arqueología e historia: las colecciones de las matrices líticas para la metalurgia Muisca”, por Carlos Rodriguez (Investigador GIPRI Colombia, Docente Universidad Pedagógica Nacional)

14h15 – “Colecciones, investigaciones y propuestas de estudio. Los retos para la investigación de las colecciones sin contexto que custodia el ICANH”, por Patricia Ramirez (Restauradora de Bienes Muebles - Universidad Externado de Colombia; Especialista en arquitectura en Piedra - Universidad de Trujillo- Perú; Master en Museología - Beca Fundación Carolina.- Universidad de Valladolid- España; Grupo de Patrimonio – ICANH)

14h30 – “Os desafios da gestão do património cultural, no âmbito da gestão do território com recurso a sistemas de informaçãogeográfica”, por Rita Ferreira Anastácio (Instituto Politécnico de Tomar, Centro de Geociências)

14h45 - Debate

15h - Intervalo

15h15Mesa redonda " Importância didáctica da manipulação de peças sem contexto", com Henrique Morão,José Adércio, Maurizio Quagliolo, Pedro Mastruobono, Miguel Moncada, Luís Raposo, Luiz Oosterbeek, Vera Cruz e Patricia Telles

Dia 28

“Painel de Arte Rupestre”, coordenação de Sara Garcês

9h00 - Recepção dos participantes

9h30 - Abertura

“Caracterização Arqueométrica da Arte Rupestre Esquemática pintada na província de Badajoz, Espanha”.

9h45 – Hipólito Collado (ACINEP - Instituto de Estudios Prehistóricos; Grupo Quaternário e Pré-História, Centro de Geociências - UID_73); Hugo Gomes (Grupo Quaternário e Pré-História, Centro de Geociências - UID_73); Pierluigi Rosina (Grupo Quaternário e Pré-História, Centro de Geociências - UID_73; Instituto Politécnico de Tomar); Sara Garcês (Grupo Quaternário e Pré-História, Centro de Geociências - UID_73)

“Animais reais ou míticos animais? As representações zoomórficas na arte esquemática das comunidades agro-pastoris do território Português”.

10h00 - Andrea Martins (Uniarq – Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, FCT, AAP).

“Aplicação de técnicas e métodos de registro e cadastro de sítios com arte-rupestre na região dos campos gerais, estado do Paraná, Brasil”.

10h15 - Valdir Luiz Schwengber, Jedson Francisco Cerezer, Douglas Gonçalves Pereira e Raul Viana Novasco (Empresa Espaço Arqueologia).

10h30 - Debate

11h - Intervalo

11h15 - "Rock art and early musical behaviour”, Fernando Augusto Coimbra (Grupo Quaternário, Materiais e Culturas, Centro de Geociências).

11h30 – “Arte rupestre de la región noroccidental de la cuenca del lago de Valencia, Venezuela; Un acercamiento desde la arqueología, la etnohistoria y la etnografía”, por MSC. Leonardo Páez

11h45 - Hipólito Collado (Secretaria General de Cultura, Junta de Extremadura); Luiz Oosterbeek (Instituto Politécnico de Tomar e Instituto Terra e Memória); Dario Seglie (CeSMAP-Centro Studi e Museo d'Arte Preistorica di Pinerolo); José Ramón Bello (Secretaria General de Cultura, Junta de Extremadura); Maria Eugenia Cano (Secretaria General de Cultura, Junta de Extremadura); Sara Garcês (Grupo Quaternário e Pré-História do Centro de Geociências - u. ID73 – FCT; Instituto Terra e Memória); Pedro Cura (Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo e Instituto Terra e Memória).

"Fusionando Investigación y Difusión: el proyecto ‘Handpas, Manos del Pasado’”

12h00 - Debate

12h30-14h00 - Almoço

“Painel de Arqueologia e Património”, coordenação de Sara Cura

14h00 – “Inteligencia coletiva e gestão de território: perspectivas e aplicações no Brasil”, por Erika M. Robrahn-González

14h15 - O processo de Neolitização na margem esquerda do Baixo Tejo: construção de um “novo” quadro empírico para "uma terra de ninguém", porCésar Neves (UNIARQ – Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa; Associação dos Arqueólogos Portugueses)

14h30 – “Dilemas da conservação do patrimônio arqueológico no Brasil”, por André Soares.

14h45 - Debate

15h - Intervalo

15h15 - “Pesquisando a trajetória jê meridional no planalto sul de Santa Catarina, Brasil”, por Raul Novasco e Pedro Ignácio Schmitz

15h30 - “Where do we go now? Primeiros passos na construção de um geoportal arqueológico para o Alto Ribatejo”, por Jorge Cristóvão, Nelson Almeida, Rita Anastácio, Luiz Oosterbeek (Instituto Politécnico de Tomar, Instituto Terra e Memória, GQP-CGeo, Grupo Quaternário e Pré-História, Centro de Geociências - uI&D 73-FCT, e Universidade de Coimbra)

15h45 - “Gentrificação, conflito ambiental e a gestão do patrimôniocultural: o caso do banhado do Pontal da Barra no sul do Brasil”, por

Rafael Milheira.

16h00 - Debate

16h15 - Intervalo

16h30 - "Indústrias líticas dos concheiros litorâneos do Extremo Sul Catarinense: 3500 a 1500 anos antes do presente”, por Cristian Michel Hildebrando (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz – LAPIS; Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território; Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC; Mestrando em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre – Instituto Politécnico de Tomar); Marcos César Pereira Santos (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz – LAPIS e Università degli Studi di Ferrara − International Doctorate in Quaternary and Prehistory - IDQP); Juliano Bitencourt Campos (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz – LAPIS;  Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCA) da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC).

16h45 – “A Relação Entre Matérias-Primas e Tecnologia Lítica no Território Pré-Histórico do Extremo Sul Catarinense, Brasil”, por Juliano Gordo Costa (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz – LAPIS; Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território; Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, Mestre em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre – Instituto Politécnico de Tomar); Marcos César Pereira Santos 1 Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz – LAPIS; Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território; Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC; Università degli Studi di Ferrara − International Doctorate in Quaternary and Prehistory - IDQP); Sara Raquel Mendes Cura; Juliano Bitencourt Campos (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais – PGCA, da Universidade do Extremo Sul Catarinense -UNESC).

17h00 - “Análise e interpretação de microcarvões de dois contextos históricos do Alto Ribatejo: Paúl do Boquilobo e Alvega (Centro de Portugal)”, por Cristiana Ferreira (Centro de Geociências, Grupo Quaternário e Pré-História, Instituto Terra e Memória (ITM), Martina Di Mascio (Dipartimento di Studi Umanistici, Università degli Studi di Ferrara) e Stefano Gialanella (Dipartimento di Ingegneria  Industriale, Università degli Studi di Trento)

17h15 - “A fotogrametria como ferramenta para registo, análise e divulgação de património, na era da arqueologia digital”, por João Belo (FlyGIS – UAV Surveys)

17h30 - “Sequência arqueológica das ocupações pré-históricas do sul do Brasil: contexto geoarqueológico da região da volta grande no alto Rio Uruguai”, por Marcos César Pereira Santos, Pierluigi Rosina, Antoine Lourdeau, Mirian Carbonera

17h45 – “Conflitos em torno do patrimônio edificado no Pontal do Paranapanema (Estado de São Paulo – Brasil)”, por Luís Antonio Barone

18h - “Sistema de ocupação Guarani no Vale do Rio Paranapanema: Município de Iepê, SP”, por Neide Barrocá Faccio

18h15 - "Análise socioespacial dos kaiapó meridional”, por David Lugli Turtera Pereira, Neide Barrocá Faccio

18h30 - Debate

(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 81%     Sim
 19%     Não
( 199 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design