Home »
01 FEV 2018
Portugal, o mar e o pão d'algas
Por Jornal Abarca
O mar é o espaço que nos inspira e onde somos capazes de ser grandes, maiores do que somos. Dele veio um império e o fazer chegar peixe seco ou salgado às mesas dos portugueses, e não era preciso pertencerem à nobreza nem a nenhuma abadia.
 
Por estes dias mais próximos, e será só até ao dia quatro de fevereiro, decorre ainda em Lisboa, no museu da Marinha, a espantosa exposição “Vikings, Guerreiros do Mar”, uma oportunidade rara e com detalhe infinitesimal para entender um povo, com uma memória e uma cultura que compartilhou com os portugueses o sabor das glórias e das misérias dos oceanos. Também é neste novo ano de 2018 que, vinte anos depois, se associa à nossa memória coletiva a saga, também já por si memorial, da Expo 98, junto ao estuário restaurado do Tejo. Comemoravam-se então os 500 anos dos Descobrimentos Portugueses, construiu-se um Oceanário, o maior do mundo, e Lisboa, com a sua exposição, designada “Os Oceanos: um Património para o Futuro”, tornou-se num foco turístico que pela cultura e pelo conhecimento demonstrados deslumbraria a Europa.
 
Poderá ler o resto da reportagem na edição em papel do Jornal Abarca, disponível nos postos de venda habituais.
(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 72%     Sim
 28%     Não
( 393 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design