Home »
31 OCT 2021
REPORTAGEM: "A Revolução das Antigas Indústrias da Levada"
Por Jornal Abarca

As instalações onde foram as moagens industriais A Portuguesa e A Nabantina, os Lagares d’ El Rey, a siderúrgica Fundição Tomarense e a Central Elétrica, dá agora uma expressão patrimonial e contemporânea a toda aquela paisagem de memórias, colocando Tomar no mapa maior das cidades portugueses que investem no turismo cultural, patrimonial e de arqueologia industrial.

Mora ali, porém, um portentoso capítulo da história da indústria de Tomar, e até do país. E se, lá em cima, no alto do monte da margem direita do Rio Nabão, de onde se estende o olhar e se está de atalaia para a cidade, com o castelo, o Convento de Cristo e todo o espírito Templário, tem residência a mente da cidade - aqui, junto à Levada de Tomar, que um dia pertenceu à Ordem Militar de Cristo, e rente ao rio, é o coração e os músculos da cidade que batem. (...)

É um território onde foram as moagens industriais A Portuguesa e A Nabantina, os Lagares d’ El Rey, a siderúrgica Fundição Tomarense e a Central Elétrica - e dá agora uma expressão patrimonial e contemporânea a toda aquela paisagem de memórias, colocando ainda com maior nitidez Tomar no atual mapa maior das cidades portugueses que investem no turismo cultural, patrimonial e de arqueologia industrial. (...)

Poderá ler a reportagem completa na edição em papel do Jornal Abarca, disponível nos postos de venda habituais.

(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 77%     Sim
 23%     Não
( 284 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design