Home »
09 NOV 2021
ENTRONCAMENTO | Homem filma-se a agredir namorada e foge às autoridades
Por Jornal Abarca
Imagem: TVI
Imagem: TVI

David Vicente, um homem de 26 anos agrediu violentamente a companheira, Yolanda Azevedo, de 30 anos, e filmou-se durante o acto em que a mulher aparece com as mãos e o rosto ensanguentados.

Com a vítima claramente em sofrimento e com sangue no rosto, ouve-se a voz do homem: “Mostra a tua cara, cara***!”, enquanto a jovem se tenta tapar, sendo novamente agredida. Perante isto, implora: “David, pára!”.

O agressor terá enviado o vídeo a um amigo que o reencaminhou a uma amiga da vítima. Esta, por sua vez, contactou a activista Francisca de Magalhães Barros que expôs o caso nas redes sociais e apresentou queixa junto das autoridades.

A Polícia de Segurança Pública já emitiu um comunicado onde confirma ter estado no local mas informa que o agressor se colocou em fuga: “Os Polícias da Esquadra do Entroncamento deslocaram-se ao local tendo constatado a vítima, uma mulher com 30 anos de idade, com vários ferimentos visíveis na face. Não foi possível intercetar o suspeito atendendo a que o mesmo se colocou em fuga”.

A PSP confirma ainda ter o agressor identificado, e a existência de antecedentes de violência doméstica entre o casal. O pai da vítima, Paulo Azevedo, diz que “já foram feitas várias queixas junto das autoridades”, e hoje Yolanda voltou a apresentar queixa. A jovem confessa que acaba por reatar a relação “com pena dele” e porque ele lhe promete “que não volta a acontecer”, mas que esta terá sido a gota de água. Com o agressor em fuga, a PSP decidiu elaborar “um plano de segurança para a vítima por parte da PSP”.

Yolanda Azevedo, que tem um filho menor, foi assistida no local e depois encaminhada para o Hospital de Abrantes.

Esta manhã, em declarações à TVI, a jovem que aparece com a cara visivelmente marcada pelas agressões e a cana do nariz partida, relatou que David estava alcoolizado e que, por isso, ela recusou ir à Feira Nacional do Cavalo na Golegã. A partir daí o tom ameaçador foi crescendo, o agressor começou a mexer no telemóvel da jovem mostrando sinais de ciúmes extremos e culminou com as agressões. Yolanda confessa que se o pai não tivesse aparecido “não sei como saía dali” e admite que chegou a pensar que ia morrer.

David Vicente, o agressor, eliminou entretanto todos os perfis em redes sociais.

A PSP apela à intervenção da comunidade como forma de estancar os casos de violência doméstica: “Sempre que se apercebam de uma situação de violência doméstica, seja a vítima, um familiar, amigo ou vizinho, que de imediato alertem a PSP por forma a ser dada a melhor resposta possível à situação”.

(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 77%     Sim
 23%     Não
( 284 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design