Home »
20 DEZ 2021
REPORTAGEM | "O Museu que pode ser uma Locomotiva no Turismo Regional"
Por Jornal Abarca

Em Portugal, o impulso inaugural para a vascularização ferroviária do país foi dado há 165 anos por Fontes Pereira de Melo e pelo liberalismo e, durante décadas, o desenvolvimento do país crescia na mesma medida da aventura dos caminhos de ferro nos territórios mais recônditos da nação.

Entre 2 de setembro e 7 de outubro, e no âmbito do AETF, o Comboio Connecting Europe Express (CCEE) efetuou uma viagem de 36 dias, com 70 paragens em 26 estados-membros da EU, e cruzou em três bitolas distintas 33 fronteiras. Começou em Lisboa e terminou o périplo em Paris. (...)

Numa altura em que o Entroncamento aposta na recuperação e reabilitação dos seus bairros ferroviários históricos, e na sequência ainda do Ano Europeu dos Transportes Ferroviários, questiono João Paulo Marques a propósito do papel turístico que o museu pode vir a protagonizar, nomeadamente nos comboios históricos e, designadamente ao longo da Linha da Beira Baixa, que até Vila Velha de Ródão acompanha de perto o Rio Tejo. “Por que não criar o comboio Miratejo entre o Entroncamento e Vila Velha de Ródão ou Castelo Branco, com algumas carruagens Schindler da década de 1940, que foram recuperadas pela CP e estão agora a fazer a linha do Douro entre Porto-São Bento e o Pocinho?”, questiona João Paulo. (...)

Poderá ler a reportagem completa na edição em papel do Jornal Abarca, disponível nos postos de venda habituais.

(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
 77%     Sim
 23%     Não
( 288 respostas )
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design