Home »
04 DEZ 2018
Saramago - O génio só podia ter nascido na Azinhaga
Por Jornal Abarca
Comemora-se a 7 de Dezembro, 20 anos da entrega do Prémio Nobel da Literatura a José Saramago,
(6-11-1922, Azinhaga - 18-06-2010, Lanzarote), uma honra para a aldeia onde nasceu. Fomos tentar compreender o homem e o escritor que nunca renegou as suas raízes.
 
“O homem mais sábio que conheci em toda a minha vida não sabia ler nem escrever”. Foi desta forma que José Saramago iniciou o seu discurso na Real Academia Sueca, em Estocolmo, a 7 de Dezembro de 1998, quando recebeu o Prémio Nobel da Literatura, o único atribuído à língua portuguesa.
Essa é a primeira frase de um desfiar de linhas numa ode aos seus avós maternos, Jerónimo e Josefa, naturais da aldeia da Azinhaga, no concelho da Golegã. Essas palavras remetem-nos para um lado da vida do escritor que pareceu sempre bem protegido pela capa aparentemente rude que evidenciava. (...)
 
O grupo de leitores Mais Saramago propôs à Junta de Freguesia fazer uma estátua na Azinhaga, mas Vítor Guia tinha a convicção de que o autor seria contra. Ao apresentar-lhe a ideia, num jantar na ilha espanhola, Saramago foi claro: “Quando eu morrer façam as estátuas que quiserem para os pombos me cagarem em cima”, recorda com um sorriso no rosto. Vítor insistiu sublinhando a importância que teria ser o escritor a inaugurar o monumento. “Na manhã seguinte mandou-me fazer a estátua”, lembra. (...)
 
Há vestígios da ruralidade que Saramago conheceu na Azinhaga na sua escrita? Para a professora de Português, prestes a completar 57 anos, podemos atentar que “os heróis das suas obras são sempre pessoas simples, sem a noção da sua grandeza”, um pouco à imagem dos seus avós, a grande referência de vida para Saramago. Contudo, o que mais a fascina em Saramago é, precisamente, a forma como rompe com a estrutura social. (...)
 
Poderá ler o resto da reportagem na edição em papel do Jornal Abarca, disponível nos postos de venda habituais.
(0) Comentários
Escrever um Comentário
Nome (*)

Email (*) (não será divulgado)

Website

Comentário

Verificação
Autorizo que este comentário seja publicado



Comentários

PUB
crónicas remando
PUB
CONSULTAS ONLINE
Interessa-se pela política local?
Sim
Não
© 2011 Jornal Abarca , todos os direitos reservados | Mapa do site | Quem Somos | Estatuto Editorial | Editora | Ficha Técnica | Desenvolvimento e Design